quarta-feira, 23 de novembro de 2016

PROPOSTA DE MOBILIDADE URBANA É APRESENTADA A POPULAÇÃO


Por Prefeitura Municipal de Ubatuba-SP

Representantes do poder público e munícipes compareceram à Câmara Municipal na noite desta segunda-feira (21) para acompanhar a apresentação do Plano de Mobilidade Urbana proposto para o município de Ubatuba.




O Secretário de Segurança Pública, Rubens Martins Franco Jr, destacou que esse é um dos trabalhos mais importantes que a cidade desenvolveu, pois faz uma projeção para vários anos. Além disso, ele frisou que é um erro falar que a mobilidade se restringe aos automóveis, pois inclui tudo e valorizou a importância de ciclistas e pedestres.
O ex-secretário de Segurança e atual Inspetor da Polícia Federal, Arthur D’Ângelo, falou sobre o início do desenvolvimento do trabalho, comentou que o Plano é essencial para a captação de recursos do Governo Federal e citou a eficácia da iniciativa na prevenção de acidentes – cuja estatística aponta 56 milhões de registros por ano no Brasil.



20161121_194240


O prefeito Maurício Moromizato enfatizou a característica visionária do trabalho. “Qualquer questão, daqui para frente, pode ser baseada nas propostas do plano apresentado, considerando aspectos como pontos críticos de trânsito e os pontos a serem melhorados e vai trazer uma visão de futuro para todas as pessoas. Será necessário equacionar o presente com as projeções daqui a cinco e dez anos para que a gente viva de maneira preventiva às interferências no trânsito e no modelo viário de Ubatuba”, afirmou.
Proposta
O trabalho foi elaborado por uma empresa contratada praticamente durante um ano, com realização de medições, estudos e coleta de dados. De acordo com o representante da empresa, Edson Marchioro, o objetivo do trabalho é ajudar a desenvolver políticas públicas de forma técnica e estatística.
Ele apresentou alguns dados comparativos do trânsito em Ubatuba, fazendo projeções futuras e prevendo algumas situações- fatores que nortearam o desenvolvimento do Plano.
O diagnóstico aponta que o crescimento da frota de automóveis na cidade em 4 anos (2011 a 2015) foi de 46,18% . Se o transporte individual continuar sendo favorecido, podemos ter consequências não só estruturais, por exemplo o aumento de congestionamento, como também, ambientais. Nesse contexto, destacou-se a importância da utilização de um transporte público adequado e de qualidade, bem como o estímulo do uso correto da bicicleta.
“A ação preventiva pensando a mobilidade urbana tem três pilares: o esforço legal (leis + fiscal), a engenharia de trânsito, que busca solucionar o problema dos cruzamentos, e a educação. Se um deles não funcionar, nada funciona”, explicou Marchioro.
Dando continuidade,  expôs alguns projetos sugeridos como o calçada legal, rede cicloviária interligada, intervenções viárias e tratamento dos pontos críticos, sinalização turística e implantação da escola pública de trânsito. “Assim como as ações e usos do passado marcaram a estrutura e forma da cidade, as ações atuais terão reflexo no desenvolvimento do futuro dos espaços públicos de Ubatuba”, apontou.
Marchioro ainda destacou a importância das ações “não como soluções pontuais, mas como um todo, pois quando se atua preventivamente se gasta menos”.
Todos os arquivos contendo estudos e ações propostas no Plano estarão disponíveis à população no site da Prefeitura de Ubatuba.
Clique abaixo para conferir a apresentação completa feita na Audiência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário