terça-feira, 22 de novembro de 2016

FEIRANTES ELOGIAM O RETORNO DA FEIRA A PRAÇA BIP.........



Desde o sábado, 19 de novembro, a Feira Livre de Ubatuba voltou a funcionar em seu local original – a Praça BIP. O espaço havia sido interditado por ordem judicial, por medida de segurança, já que a cobertura então existente apresentava risco de desabamento.






“O retorno da feira à Praça BIP marca uma conquista e o compromisso da gestão em devolver esse espaço à população e aos feirantes assim que fosse possível, como acordado previamente”, destacou o prefeito Mauricio, em reunião com os permissionários da Feira no dia 18.
Ainda há várias melhorias a realizar na praça que, no entanto, dependem da liberação pelo governo estadual de emendas parlamentares já aprovadas, além da busca de recursos complementares.
Durante a conversa com os feirantes, foram apresentados os projetos elaborados pela gestão atual para a praça BIP, que preveem sua transformação em um Mercado Municipal/Pavilhão de Agronegócio. “São três projetos para captação dos recursos necessários às obras. O primeiro diz respeito ao cercamento da área. O outro, à reforma de alguns itens e um terceiro dedicado à reforma estrutural e à nova cobertura”, explica Carolina Lima, secretária municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (SMAPA).
Dois desses projetos já contam com emendas parlamentares aprovadas, indicadas pela deputada estadual Ana do Carmo (PT), mas que aguardam liberação por parte do governo do Estado. Elas somam o total de R$ 427.000,00 e exigem uma contrapartida do município de aproximadamente R$ 262.000,00.



Já o terceiro projeto foi apresentado ao DADE – Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias do Estado de São Paulo – mas teve resposta negativa. “Cabe aos feirantes se organizarem e solicitarem à futura gestão para que reapresente o projeto e sensibilize o DADE quanto ao potencial atrativo turístico de um mercado municipal”, explica Maurici Romeu, secretário-adjunto da SMAPA.
 Sucesso de vendas
O primeiro dia de retorno à praça entusiasmou os feirantes, como Tedi, do Ubatumirim, que vende pastel, e Tiago e Geisiele, agricultores que trabalham com verduras e legumes. “As vendas aumentaram em 100%”, destacou Tedi. “A praça BIP está acima do nível da rua e, com isso, a chuva não atrapalha, além de ter local para estacionar mais próximo”.
Outro ponto fundamental que os feirantes destacam como vantagem da praça BIP é o espaço para descarregar os caixotes e montar as barracas, que é próprio para a feira, não fecha a rua e, portanto, reduz os conflitos com os moradores do local.
“Agora temos que nos organizar e continuar pressionando para que as melhorias no espaço, como a reforma dos banheiros, saiam o quanto antes”, lembra Tedi.
Há cada vez mais pessoas interessadas em comercializar seus produtos hortifrutigranjeiros na Feira Livre de Ubatuba. Segundo a SMAPA, em 2013 havia 64 licenças e hoje há 79. Muitas barracas são colocadas pelos próprios agricultores locais que podem vender seus produtos diretamente ao consumidor final.
É o caso, por exemplo, de Joceli, agricultora do Rio Escuro que produz inhame, jiló, mandioca e banana e comercializa na feira há pouco mais de três meses. “Antes eu vendia para a CEAGESP e para outros intermediários, que pagavam muito pouco. Agora minha renda aumentou”, festeja. Sobre o movimento na BIP, Joceli conta que não são só as vendas que são boas, mas também a troca com as pessoas que passam pela barraca. “Aproveitamos para conversar e aprendi todo tipo de receita sobre como utilizar a banana verde. É maravilhoso!”.

FONTE......PREFEITURA DE UBATUBA

Nenhum comentário:

Postar um comentário