quarta-feira, 5 de outubro de 2016

ZOO URBANO PROMOVE FINANCIAMENTO COLETIVO EM PROL DE EXPOSIÇÃO NO PROJETO TAMAR, EM UBATUBA

iFunding.jpg

Zoo Urbano promove financiamento coletivo em prol de exposição no Projeto Tamar, em Ubatuba

Sem patrocinadores, projeto irá direcionar recursos arrecadados para arcar com os custos das esculturas e montagem de estrutura

São Paulo, 05 de outubro de 2016 - Com objetivo de conscientizar a população sobre a importância da preservação marinha, o Zoo Urbano, projeto que reúne artistas de todo o mundo para confeccionar esculturas gigantes com resíduos dispensados nos grandes centros urbanos, firmou uma parceria com o Projeto Tamar para desenvolver uma exposição com esculturas gigantes de tartarugas, focas, cavalos-marinhos, peixes, entre outros animais. Prevista para ocorrer em janeiro de 2017, na sede do projeto e na Praça da Baleia, em Ubatuba, a apresentação contará com obras compostas por materiais reciclados retirados do mar e tem a mesma proposta da exposição que acontece no Parque Ibirapuera, em São Paulo, ao longo do mês de outubro.




Visando solucionar a falta de investimentos e patrocinadores para o evento, o Zoo Urbano decidiu lançar uma campanha de financiamento coletivo no iFunding. O intuito da ação é arrecadar R$ 120 mil para auxiliar nas despesas com a criação das esculturas e a montagem de estrutura nos locais de exposição.

De acordo com Sueli Parisi, diretora do Zoo Urbano, a decisão de realizar o evento tem como caráter principal a conscientização da população sobre os efeitos negativos da ação humana no ambiente marítimo. “Segundo estudos da Universidade da Geórgia, 8 milhões de toneladas de resíduos plásticos foram parar nos oceanos somente em 2014. Esse é um número muito preocupante, que mostra a importância de trazer o assunto à tona”, afirma.

Contando com a curadoria do artista plástico Alexandre Stefani, o Zoo Tamar Ubatuba será executado por 10 artistas que irão utilizar objetos como garrafas pet, plásticos, redes de pesca, entre outros, para confeccionar as esculturas. A comunidade também terá papel fundamental, uma vez que entusiastas e voluntários locais irão colaborar com o projeto. “Apesar de evidenciar a beleza, queremos expor obras com caráter crítico. Acreditamos na arte como uma poderosa forma de expressão. Temos certeza que com o envolvimento de toda a comunidade, podemos mudar o destino de milhares de animais”, afirma o curador.


Sobre o Zoo Urbano
O Zoo Urbano reúne artistas de todas as partes do mundo que se unem para confeccionar esculturas gigantes com resíduos dispensados nos grandes centros urbanos. Com três edições previstas nos próximos seis meses (São Paulo, Ubatuba e Miami/EUA), todas as apresentações contam com artistas locais, internacionais e curadores diferentes, garantindo engajamento e a união de esforços em prol de uma conscientização coletiva entre Comunidade + Arte + Sustentabilidade.

Sobre o iFunding
Idealizado pelo empreendedor francês Charles-Henry Salem e Marcelo Callegari, sócio-fundador do Grupo MAIAS Partners, consultoria norte-americana focada no mercado de fusões e aquisições, o iFunding foi lançado com objetivo de se tornar a principal plataforma de crowdfunding brasileira voltada para campanhas socioculturais de alto impacto e de grandes personalidades artísticas. Com modelo de negócio híbrido, uma vez que os projetos podem obter tanto o financiamento coletivo quanto aporte de capital de fundos de investimentos europeus, americanos e brasileiros, a empresa vai hospedar e apoiar apenas projetos selecionados após uma rigorosa triagem. Mais informações: www.ifunding.com.br

RELACIONAMENTO COM A MÍDIA
SEVEN PUBLIC RELATIONS
Marcelo Volpato (marcelo@sevenpr.com.br)
Renata Maffeis (renata@sevenpr.com.br)
Telefone.: (11) 2344-9151

Nenhum comentário:

Postar um comentário