quarta-feira, 12 de outubro de 2016

POLICIA FAZ RECONSTITUIÇÃO DE ATROPELAMENTO DE JOVEM EM UBATUBA


A Policia Civil realizou na noite desta segunda-feira (10) a reconstituição do assassinato de um jovem de 17 anos em Ubatuba (SP). A vítima foi atropelada após uma discussão de trânsito que aconteceu no dia 15 de julho. 
De acordo com a Polícia Civil, dois suspeitos, que continuam presos em Centro de Detenção Provisória (CDP) de Guarulhos (SP), participaram da reconstitução, que começou por volta das 17h.  Eles estavam sob escolta.




"A Justiça pediu a reconstituição do crime porque o caso vai para júri e é sempre bom dar detalhes dos envolvidos e de como aconteceu para o julgamento", afirmou o delegado de Ubatuba, Fausto Cardoso.
A rua do crime ficou interditada por cerca de oito horas, durante a reconstituição, que terminou por volta de 1h desta terça-feira (11). Ao todo, 50 auopridades entre polícia civil, militar e guardas municipais fizeram parte do reforço no local.
Além dos dois presos, a reconstituição ainda contou com a participação de oito testemunhas do crime. A mãe da vítima também acompanhou a ação. Ela passou mal e teve de ser socorrida por populares.

Crime

 Segundo a Polícia Civil, por volta das 3h da madrugada do dia 15 de julho os dois rapazes vinham na contramão na avenida Iperoig, no centro de
Ubatuba e teriam surpreendido um grupo de amigos que atravessava pela faixa de pedestre. Os jovens pararam e começaram uma discussão, eles chegaram a trocar tapas e socos com alguns dos pedestres.

Os dois voltaram para o carro e ameaçaram atropelar o grupo. Um adolescente que viu a cena tentou intervir. De acordo com o depoimento de testemunhas à polícia, os turistas arrancaram com o carro e atropelaram o jovem. Depois da primeira batida, eles ainda teriam feito manobras e atropelado a vítima desacordada outras duas vezes, uma delas atingindo sua cabeça.

O grupo acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas o rapaz não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Os turistas conseguiram fugir, mas pela manhã do dia seguinte foram encontrados pela policia por um documento que um dos jovens perdeu no local do crime. Eles passavam férias com a família em um condomínio de luxo da cidade.

Eles foram encaminhados à delegacia presos em flagrante e autuados por homicídio qualificado, tentativa de homicídio e coerção.




Nenhum comentário:

Postar um comentário