quinta-feira, 13 de agosto de 2015

VIII Festival Gastronômico é atração em Ubatuba

Risoto de palmito pupunha assado na brasa com Filé de Cavala na folha de bananeira ao molho de limão siciliano, do Jundu Praia Bar é uma das delícias do Festival. (Foto: Maria Capai/Divulgação)
Risoto de palmito pupunha assado na brasa com Filé de Cavala na folha de bananeira ao molho de limão siciliano, do Jundu Praia Bar é uma das delícias do Festival. (Foto: Maria Capai/Divulgação)

Em agosto, apaixonados por peixes e pela culinária caiçara terão um bom motivo para visitar dezenas de restaurantes, bares, quiosques, cafés e padarias gourmets de Ubatuba. De 14 a 30 deste mês estará em cartaz o VIII Festival Gastronômico de Ubatuba. Verdadeiro e saboroso roteiro gastronômico, o “Sabor Caiçara” irá oferecer pescados frescos e ingredientes 100% locais advindos da pesca e cultivo sustentável.



O “Sabor Caiçara” é uma realização da parceria entre a ABRASEL (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) e o WWF-Brasil, e vem dar continuidade á iniciativa “Do Mar à Mesa”, que esteve entre as atividades do 10º Festival Gastronômico Brasil Sabor (que foi realizado em maio nas quatro cidades do Litoral Norte Paulista, Capital e na cidade carioca de Paraty).
Na contramão da pesca predatória, o objetivo deste projeto é a valorização da pesca tradicional em pequena escala do litoral paulista, criando uma conexão direta entre o pescador sustentável e os chefs dos estabelecimentos, que além de poder trabalhar com produtos frescos, incentivará a cadeia produtiva local e ainda contribuir com o controle dos pescados em extinção ou que esteja caminhando para esta situação.
A mecânica do festival é simples. Cada estabelecimento incluirá em seu cardápio, com preço atraente e promocional, pratos com pescados oriundos da pesca artesanal, de cerco, da maricultura e que não estejam em processo de extinção, ou receitas com ingredientes tradicionalmente locais, como a mandioca, farinhas, gengibre, juçara, banana, entre outros produtos encontrados na região.
Além da gastronomia, os estabelecimentos participantes estarão promovendo atrações artísticas e musicais. O Festival que conta com a parceria da Setur e Fundart, irá acontecer simultaneamente com a Caiçarada que será repleta de eventos culturais. A cultura também terá vez com apresentações no “Casco Acústico” do Projeto Tamar nos dois primeiros finais de semana do festival. Além do Projeto Tamar, a Secretaria Municipal de Pesca, Agricultura e Abastecimento também tem contribuído na parceria. O apoio da APA Marinha do Litoral Norte tem sido igualmente importante, já que mobilizou os pescadores de cerco-flutuante e aquicultores locais para participarem das reuniões que aconteceram nos dias 25 e 30 de julho.
Após a primeira reunião de apresentação do projeto no dia 25, o salão superior da SETUR recebeu no dia 30 de julho, o renomado Chef Eudes do Restaurante Taioba de São Sebastião. O Workshop tratou das questões ambientais da pesca sustentável, do consumo consciente do pescado, dicas para o pescador agregar valor ao seu produto, importância das redes sociais na venda do pescado, boas práticas de manipulação e tradição da cultura caiçara.
A última reunião aconteceu no dia 05 de agosto, e foi uma verdadeira rodada de negócios entre os pescadores e proprietários de restaurantes, bares e similares. O principal objetivo da reunião foi negociar os produtos que irão compor a receita do prato que cada estabelecimento participante irá oferecer no Festival, além de abrir contato para que a cultura do pescado sustentável entre literalmente no cardápio dos estabelecimentos de Ubatuba.
A partir do dia 14 de agosto, Identifique os estabelecimentos identificados com o banner do festival e aprecie o verdadeiro “Sabor Caiçara”.


Nenhum comentário:

Postar um comentário