sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Prefeitura reduz prazo para abertura de empresas em Ubatuba



Cerca de 50 empreendedores participaram nesta quinta-feira, 20 de agosto, do lançamento do Programa Empreende Fácil.  A redução de custos, trâmites burocráticos e prazos para a abertura de empresas é uma das principais novidades do programa, que  inclui três sistemas: o Sebrae Inova – Soluções de Gestão Empresarial, Tecnologia, Acesso a Mercado e ao Crédito, o Via Rápida Empresa e o Consulta Prévia.

“Com eles, o prazo para abertura das empresas vai cair de 120 para dez dias”, explicou Pedro Seno, secretário municipal de Tecnologia da Informação. O sistema Consulta Prévia é um dos principais destaques. Ele permite a verificação imediata online de quais as possibilidades e tipos de empresa que podem ser abertas em uma determinada região de Ubatuba, conforme a legislação social. “Não existe ainda iniciativa similar a essa no estado de São Paulo”, acrescentou Pedro.
O prefeito Maurício Moromizato destacou que o desenvolvimento econômico de Ubatuba e o estímulo ao empreendedorismo e à geração de renda estão entre as prioridades da gestão. “Neste mês lançamos, por exemplo, o Programa Famílias em Ação, que vai atuar junto a 600 famílias e com uma abordagem sobre qual a porta de saída do Bolsa Família. Isso envolve demandas desde a alfabetização até outras demandas, como a capacitação”.
O Programa Empreende Fácil faz parte dos esforços de formalização dos empreendedores locais e de modernização e desburocratizar a administração. Maurício destacou a importância da parceria com o Sebrae nesse trabalho e outras entidades que fomentam a economia local como o Sinhores e a Comtur. “É importante criar um ambiente de cidade construída de maneira coletiva, com diálogo permanente, para troca de críticas e, também sugestões. O poder público pode muito, mas não tudo. Cada vez mais é importante o envolvimento da sociedade civil”.
O Consulta Prévia pode ser acessado no site de serviços da Prefeitura de Ubatuba – http://servicos.ubatuba.sp.gov.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário