quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Prefeitura de Ubatuba reabre Museu Histórico à cidade





O museu valorizará ainda mais o calçadão e será também objeto de visitação turística

Reinaugurado nesta terça-feira, 11, o Museu Histórico de Ubatuba Washington de Oliveira, “Seu Filhinho”, comporta um acervo das comunidades indígenas, quilombolas e caiçaras.
Projetado pelo engenheiro e escritor Euclides da Cunha, o museu conta um pouco da história do surgimento e do desenvolvimento do município a partir de peças antigas, utensílios domésticos, pinturas e objetos pessoais.  









No evento, o prefeito Mauricio destacou a importância do espaço que leva o nome de Seu Filhinho, personagem de grande importância cultural e política da cidade.“Ubatuba abriga uma grande diversidade étnica com comunidades quilombolas, indígenas e caiçaras, que convivem de forma pacífica e um dos objetivos é manter a cultura de paz. O museu vai trazer ainda mais valorização ao calçadão e será também objeto de visitação turística”, concluiu Mauricio.

Para o secretário municipal de Turismo, João Corbisier, o museu é mais um importante atrativo turístico cultural devolvido à cidade.

Muito empolgados também ficaram os comerciantes do entorno da praça.  Fabiano Bianchi, dono do Sardinha Boteco, parabenizou o prefeito Maurício e o secretário João Corbisier pela iniciativa. “É importante para a população e para os turistas a valorização cultural”, enfatizou Bianchi.

A comerciária Gabriela Cursino Ageu Alamino, vendedora da loja Dona Oncinha, destaca a importância do museu naquele trecho do calçadão. “A maioria das pessoas não vinha para este lado da praça e, agora, com o museu, o local ganha um 
belo atrativo”.

Para o comerciante da Casa Santos, Anderson Vieira dos Santos, a reabertura do museu vem para destacar o valor do povo ubatubense. “Lá dentro, tem muita coisa do nosso passado”.   

Tanto o biólogo Roberto Ferrero como o comerciante Fábio Lamournier acreditam que o museu vai fomentar o turismo e o comércio, com o aumento do movimento no calçadão. 


FONTE...........  PMU

Nenhum comentário:

Postar um comentário