quinta-feira, 20 de agosto de 2015

DICAS PRA PROTEGER SEU CELULAR DE VIRUS................

do BOL
Todo smartphone é um computador de pequeno porte e, da mesma forma que os equipamentos maiores, está sujeito a invasões para roubo de dados como fotos, contatos e senhas bancárias. E aí, já viu, é dor de cabeça na certa. As formas de agir dos malandros variam, desde a cópia simples do conteúdo do aparelho até a captura de áudio e toques na tela, mas a invasão acontece sempre pelo mesmo motivo: descuido.
Estas 19 dicas são genéricas para todos os sistemas operacionais e vão deixar seu aparelho bem mais seguro. Quando precisar de um aplicativo, procure nas lojas oficiais do Android, iOS e Windows.
Reprodução/Mercado Livre
Reprodução/Mercado Livre

1

 

 

Use um antivírus

Instale e mantenha atualizado um aplicativo antivírus em seu celular. Há muitas opções gratuitas que oferecem ainda recursos de rastreamento, backup de dados e até tiram fotos de quem tenta usar seu aparelho sem autorização.
Reprodução/JimmyAuw
Reprodução/JimmyAuw

2

Limpe o cartão

Certifique-se de que o antivírus esteja protegendo também o cartão de memória externa do aparelho.
Reprodução/Band
Reprodução/Band

3

Cuidado com links enviados por email

Uma das estratégias preferidas dos espertinhos continua sendo o envio de emails falsos com links para programas maliciosos. Você clica, o programa se instala, e o malandro invade. Por isso, independentemente do aparelho usado para se conectar à internet, siga a regra básica: desconfie sempre dos links, mesmo que sejam enviados por conhecidos.
Reprodução/NAB
Reprodução/NAB

4

Cuidado com links enviados por SMS

Pois é, as mensagens de texto também podem transportar endereços perigosos. Existem programas invisíveis que assumem a identidade de seus contatos para enviar mensagens contaminadas. E, claro, tem aquelas mensagens dizendo que você ganhou um caminhão de prêmios...
Reprodução/WeLiveSecurity
Reprodução/WeLiveSecurity

5

Cuidado com links enviados pelas redes

Vale a mesma lógica dos itens 3 e 4, seja no Face, no Whatsapp ou qualquer outra rede social. Muito cuidado com os links.
Reprodução/IDownloadBlog
Reprodução/IDownloadBlog

6

Cuidado com mensagens MMS

Elas já não são muito comuns, mas estão disponíveis em quase todos os aparelhos - são fotos, áudios e vídeos enviados de celular para celular. Se receber uma mensagem dessas de algum desconhecido, ou com conteúdo suspeito, nem abra, apague na hora. Esses arquivos são esconderijos certos para os programinhas do mal.
Reprodução/Thirteenmonths
Reprodução/Thirteenmonths

7

Instale somente aplicativos oferecidos na loja oficial do seu sistema

Baixar programas de sites "paralelos" é relativamente fácil, mas tome cuidado. Mesmo que o aplicativo desejado seja seguro, ele pode trazer alguma praga de carona e deixar seu aparelho vulnerável.
Reprodução/YouTube
Reprodução/YouTube

8

Fuja dos jogos "crackeados"

Muita gente quer usar as versões pagas de jogos e outros programas, mas não quer pagar por elas, e aí acaba dando um jeito de "crackear" o aplicativo, baixando algum código de um site qualquer de algum país distante. Aí cai no problema do item anterior, instalando programas maliciosos sem perceber.
Reprodução/YouTube
Reprodução/YouTube

9

Use o aplicativo oficial do seu banco

Acesse serviços bancários somente pelos aplicativos oficiais. Os "pescadores de dados" são especialistas em criar sites falsos de bancos para tentar roubar senhas. No aplicativo, o ambiente é mais controlado e segue as especificações de segurança da instituição.
Reprodção/Ecolohosting
Reprodção/Ecolohosting

10

Capriche nas senhas

Quase todo smartphone guarda seus dados na nuvem. Quer dizer, as informações estão ali, na sua mão, mas tem uma cópia delas nos servidores do fabricante, atrelada ao seu login de email. Isso é extramemente útil, mas requer mais cuidado com a senha. Se alguém descobrir sua senha, terá acesso a tudo, podendo até apagar e bloquear seu celular à distância. Vale a pena queimar as pestanas para criar uma senha difícil de ser descoberta e trocá-la de vez em quando.
Reprodução/YouTube
Reprodução/YouTube

11

Evite usar a mesma senha em mais de um aplicativo

Esta dica é parecida com a anterior: se todos os aplicativos tiverem a mesma senha, quem roubar uma terá acesso a tudo.
Arte/BOL
Arte/BOL

12

Prefira wi-fi protegido

Redes abertas são mais suscetíveis a invasões e clonagens. Por isso, na hora de usar o wi-fi de um restaurante, por exemplo, é mais seguro pedir a senha ao garçom do que usar aquela rede aberta com nome engraçadinho.
Reprodução/Tweaktown
Reprodução/Tweaktown

13

Mantenha o bluetooth desligado

Hackers podem invadir seu aparelho usando conexões bluetooh. Ative o recurso somente quando estiver transferindo algum arquivo ou usando acessórios, como fones de ouvido ou caixas de som sem fio.
Reprodução/YouTube
Reprodução/YouTube

14

Recuse carregadores de estranhos

Qualquer coisa conectada à porta USB de seu celular pode transportar códigos maliciosos para o aparelho e copiar o que houver por lá. Basta que na outra ponta do cabo exista, por exemplo, um pendrive disfarçado de carregador de bateria.
Reprodução/PhoneArena
Reprodução/PhoneArena

15

Mantenha o antivírus de seu PC atualizados

Usar a porta USB para sincronizar dados ou carregar a bateria do aparelho em um micro infectado oferece o mesmo risco que o item acima.
Reprodução/ThisBugsLife
Reprodução/ThisBugsLife

16

Proteja o compartilhamento de conexão

Quando usar a função de roteador em seu celular, libere um por um os aparelhos autorizados a compartilhar sua conexão. Melhor ainda: use uma senha diferente a cada sessão de compartilhamento. Isso evita que estranhos usem sua rede e até invadam seu aparelho.
Reprodução/Telegraph
Reprodução/Telegraph

17

Só faça "root" se tiver certeza

Primeiro, vamos resumir o que é "root". Os fabricantes de celulares costumam vetar o acesso do usuário a partes críticas do sistema que podem comprometer a segurança do aparelho. Mas tem muito curioso que dá um jeito de liberar esse acesso, seja para usar algum recurso extra ou só para ver como funciona, e isso é o "root", ir para a raiz do sistema. Se esse curioso não tiver muita certeza do que está fazendo, pode deixar as portas do sistema operacional escancaradas para invasões.
Reprodução/YouTube
Reprodução/YouTube

18

Mantenha tudo atualizado

Sempre pode existir uma brecha de segurança no sistema operacional ou nos aplicativos instalados no celular. Quando os fabricantes descobrem essas falhas, eles enviam atualizações automáticas para tapar os buracos. Se você desativar as atualizações automáticas, qualquer programa pode ser um acesso fácil para invasores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário