segunda-feira, 27 de julho de 2015

Prefeitura de Ubatuba lança programa “Famílias em Ação”


Objetivo é romper com o ciclo de dependência e promover a autonomia e a cidadania
Propiciar vivências que ajudem pessoas em risco social a alcançar sua autonomia e que previnam situações como a institucionalização de crianças, adolescentes, jovens e idosos são alguns dos objetivos do programa “Famílias em Ação”, destinado ao atendimento semanal de 500 famílias. Lançado durante a VI Conferência Municipal de Assistência Social, no 23 de julho, o programa busca fortalecer o vínculo familiar e a vida comunitária como forma de prevenir situações como a violência, o uso de drogas ou o abandono.

Marcio Candido, secretário municipal de Cidadania e Desenvolvimento Social de Ubatuba, explica que a meta é ajudar a romper com o ciclo de dependência da assistência social. “Historicamente, existem condições que mantêm uma mesma família por gerações na pobreza extrema, como a falta de acesso à educação, o uso de álcool e drogas que leva a situações de violência doméstica, ao desemprego etc. Para preveni-las, é necessária uma atuação de maneira integrada entre diferentes setores, incluindo também ações de qualificação profissional e de geração de renda”.
Quatro entidades, selecionadas por edital público, serão responsáveis pela execução do programa nas cinco regiões administrativas do município. São elas:
– Associação Comunitária Ubatuba em Foco (regiões Centro-Sul e Sul)
– Gaiato – Grupo Aberto à Infância e Adolescência – Técnicas Ocupacionais (Centro-Oeste)
– Instituto Blá Blá Blá Positivo (Centro Expandido)
– Projeto Namaskar (Norte)
O programa se destina prioritariamente a famílias:
– Beneficiárias de programas de transferência de renda, em especial àquelas em descumprimento de condicionalidade
– Com histórico de crianças e adolescentes acolhidos em abrigo institucional ou com adolescentes inseridos em medidas socioeducativas
– Com crianças e ou adolescentes inseridos em medidas de proteção aplicadas pelo Conselho Tutelar
– Com crianças e ou adolescentes em situação de trabalho infantil ou
com suspeita ou vítimas de abuso sexual
– Com idosos em situação de acolhimento em abrigo institucional e/ou negligenciados por familiares
– Com pessoas idosas ou com deficiência, beneficiários do BPC – Benefício de Prestação Continuada.
– Com crianças e adolescentes ou pessoas adultas que estejam em situação de rua.
FONTE............www.ubatuba.sp.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário