terça-feira, 18 de junho de 2013

Falta de água em Ubatuba entra no terceiro dia; Sabesp trabalha na rede

Técnicos da Sabesp iniciaram os reparos na rede pela manhã desta terça-feira (18). Trabalhos devem ser concluídos até o fim do dia. (Foto: Divulgação Sabesp)Técnicos da Sabesp iniciaram os reparos na rede pela manhã desta terça-feira (18). Trabalhos devem ser concluídos até o fim do dia. (Foto: Divulgação Sabesp)
Técnicos da Sabesp iniciaram nesta terça-feira (18) os trabalhos para reparo do rompimento de uma rede de distribuição no Rio Grande, em Ubatuba, litoral norte de São Paulo. Pelo menos 15 mil moradores de seis bairros da cidade estão sem água ou com abastecimento parcial desde o último sábado (15). A previsão é que a conclusão dos trabalhos aconteça até o fim do dia e água volte ao normal pela noite.


A Sabesp informou que no bairro Perquê-açu, a água voltou parcialmente, devido ao abastecimento em um pequeno reservatório do bairro, mas a distribuição ainda é feita com baixa pressão. De acordo com a companhia, os outros bairros afetados são Taquaral, Sumidouro, Pedreira, Barra Seca e Ressaca e todos estão recebendo caminhões-pipa para o abastecimento conforme o chamado dos moradores. Ao todo, 13 caminhões-pipa com capacidade de seis mil litros atendem a cidade.

Segundo a Sabesp, os trabalhos nesta terça começaram as 6h e os técnicos estão realizando a emenda e solda da rede para depois liberar o abastecimento. Os técnicos ainda acreditam que uma série de fatores pode ter motivado o rompimento, como as chuvas do início do ano que provocaram desassoreamento no rio, cortando a tubulação. Parte da população sofre com a falta de água desde o último sábado (15), quando houve o rompimento da rede.

Enquanto o reparo não é finalizado, a Sabesp informou que os moradores podem acionar o serviço de abastecimento pelos caminhões-pipa por meio do telefone 0800 055 0195. Escolas e hospitais estão tendo prioridade no atendimento. A Sabesp informou ainda que casos de emergência serão atendidos pela Central de Atendimento que funciona durante 24 horas pelos telefones 195 ou 0800 055 0195. A ligação é gratuita.


Nenhum comentário:

Postar um comentário